Por Onde o Ágil Começa?

Na formação de um novo time, construção de um novo produto ou no início de um novo negócio, é necessário ter clareza sobre onde se quer chegar. Também é correto afirmar isto para a transformação, naquele momento de mudar um produto que já existe ou mesmo na hora de iniciar uma transformação ágil em uma organização (talvez esta última ainda seja a solução mais assertiva para alguns). Já cheguei a mencionar que Agile é algo que deve começar por cima, no nível mais alto da organização. Mas de que forma? Para mim a resposta é resumida e simples: Objetivo Estratégico!

Run for your Strategic Goal
Run for your Strategic Goal

Antes mesmo de organizar algum treinamento, organizar times, e entre tantas coisas que serão feitas, é necessário ter o Objetivo Estratégico explícito. Isto já faz parte do ágil, e faz parte de descobrir o valor que a organização ganhará. Isto significa que antes de mais nada é necessário saber onde se quer chegar, indo diretamente na alta gestão e definindo um objetivo de longo prazo, e, pode acreditar, este objetivo deve ser audacioso, ambicioso. Esta será a direção, o desafio.

NÃO! O Agile não irá começar por entrevistas ou entendimento do momento atual. Isto só virá depois de você saber o objetivo a ser alcançado. Tentar entender o momento atual sem saber onde se quer chegar é o mesmo que trocar a fralda de um bebê sem antes saber se ele fez suas “necessidades”. Tem certeza que o choro não era de fome? Seu objetivo aqui era fazer o bebê parar de chorar, e então descobrir o motivo do choro. Sabendo o objetivo a ser alcançado, AÍ SIM você pode ver quais as perguntas certas a serem feitas e o que precisa ser avaliado, do contrário, terá as respostas erradas pois não sabia das perguntas certas.

Bom, criar um objetivo estratégico não é fácil (mas tentar entender o momento atual antes disso lhe atrapalha, pois sua mente criará limitações na criação do objetivo sem que você perceba). É preciso pensar alto. Seria como começar uma frase ambiciosa, como “Ser líder do segmento X no mercado internacional utilizando menor esforço para produtos com blá, blá blá…”. Este “blá, blá blá”, junto ao que vem antes, é justamente o norte para o caminho que será traçado buscando a continuidade do Agile, lhe dando insumos para que você não siga pelo caminho errado. Achou o exemplo estranho? Não esqueça que o Agile estará no produto (e em seu valor).

Pegou o caminho errado? Então volte!!
Don’t go for the wrong road, son ;)

Tendo este objetivo claro, alinhado com a “alta cúpula”, e com a possibilidade de disseminá-lo por toda a organização (transparência nota 10 aqui!), então sim! É hora de avaliar o “momento atual” da organização. Entender a situação e depois traçar o caminho (mas vamos discutir esta parte outra hora). Este objetivo deve ser de conhecimento de todos, e deve estar exposto de forma clara, pois vários outros objetivos devem ser alcançados e estes devem estar voltados a alcançar o objetivo maior.

Minha intenção aqui não é dar um passo a passo para uma transformação ágil, ou dizer o que é “ser ágil”. É tão somente dizer que existe um ponto inicial, e que a resposta certa, neste caso, não é “depende”. Sabemos que nada é feito de forma rápida. A estrada é cheia de pedras, o caminho é muito longo, mas sem ter primeiro o objetivo você não saberá por onde seguir e como continuar.

Criar este objetivo não é fácil nem rápido. Mas é apenas a pequena parte do início de uma trajetória de longo prazo. Quem sabe você não cria um objetivo estratégico para si mesmo?

--

--

--

Agile Coach @ SouthSystem. Long years in IT field, 12 with Agile and 15 inside people managemant. Graduated as IT Manager and MBA in Software Engineering.

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Alexandre Fiorentin

Alexandre Fiorentin

Agile Coach @ SouthSystem. Long years in IT field, 12 with Agile and 15 inside people managemant. Graduated as IT Manager and MBA in Software Engineering.

More from Medium

Working Together: User Profiles

Introducing… the new World Information Architecture Association

How to Think About Measuring Innovation

Playing in the Grass